Desde o século XVIII, época que data a revolução industrial, a transformação digital é uma realidade. Afinal, neste período o trabalho manual foi substituído pelas máquinas – um processo que ainda assistimos nos dias de hoje. As constantes mudanças e entradas de novos disruptores digitais seguem até hoje causando impacto e, muitas vezes, a recusa de quem está no comando.

Mas, por outro lado, os consumidores querem cada vez mais novidades e não aceitam muito bem essa rejeição. Os clientes buscam cada vez mais negócios com tecnologia de ponta, e a entrega de rapidez, flexibilidade e facilidade de uso.

Por isso, empresas tradicionais precisam aumentar a velocidade de seus processos de migração.

E isso não significa apenas trazer novas tecnologias para o dia-a-dia ou estratégias de marketing que incluam as novas mídias, a transformação digital também inclui a participação de todos – desde gerentes até colaboradores. Já que a gente sabe, que essa mudança impacta diretamente na visão, estratégia, cultura e, é claro, na maneira como todos trabalham.

Como começar a transformação digital? 

Se a sua organização parou em um período digital e até então houve uma resistência em se atualizar, provavelmente sair do zero vem com uma questão: por onde começar?

Primeiramente, tenha em mente que mudanças aparentes não são transformações. Então, antes dos investimentos em marketing e TI, por exemplo, é necessário rever o funcionamento da empresa. Isto é, a forma como a tomada de decisões acontece e como os negócios são desenvolvidos. Com um mindset bem resolvido, chegou o momento de colocar a mão na massa! Isso significa se colocar no lugar do seu consumidor e entender quais são suas necessidades.

Pense em quais melhorias o produto/serviço e tudo que permeia essa entrega pode ter.

Em seguida, é preciso entender como os seus clientes preferem consumir e disponibilizar os canais adequados para  a melhor experiência possível. Afinal, a transformação digital é o reposicionamento das empresas como negócios digitais. Além de, é claro, automatizar processos que sejam possíveis e uma imersão na tecnologia digital.

Em resumo, para a sua transformação digital acontecer é necessário:

  1. Analisar e definir o mindset da empresa;
  2. Estudar as ferramentas necessárias para entrega de rapidez, flexibilidade e facilidade de uso;
  3. Pensar os processos em torno de ferramentas digitais;
  4. Adaptar as pessoas evolvidas – desde gerentes até colaboradores;
  5. Estar onde os clientes estão;
  6. Pensar as estratégias de comunicação alinhadas também às novas mídias;

No fim das contas, todas as áreas precisam ser impactadas na disrupção digital. Assim, tudo funciona como engrenagem e, mais do que isso, entrega o que os clientes esperam.

 

Quer ter as melhores soluções aplicadas da maneira correta na sua empresa? Conte com o time da Witec!